quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Coronel é eleito presidente e Lídice vira relatora da CPMI da Fake News no Congresso


Os baianos tomaram as principais posições na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News. O senado Angelo Coronel (PSD) e a deputada federal Lídice da Os baianos tomaram as principais posições na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News. O senado Angelo Coronel (PSD) e a deputada federal Lídice da Mata (PSB) foram eleitos presidente e relatora, respectivamente, do colegiado, nesta quarta-feira (4).


A ideia da CPMI das Fake News é investigar, no prazo de 180 dias, os ataques cibernéticos que atentam contra a democracia e o debate público; a utilização de perfis falsos para influenciar os resultados das eleições 2018; a prática de cyberbullying sobre os usuários mais vulneráveis da rede de computadores, bem como sobre agentes públicos; e o aliciamento e orientação de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio.  (PSB) foram eleitos presidente e relatora, respectivamente, do colegiado, nesta quarta-feira (4).
Por: Wender Lima.
Tribuna de Palmira.


0 comentários:

Postar um comentário