PALMIRA

PALMIRA
POINTER DO AÇAI

Itaju do Colônia

Itaju do Colônia
Rádio jornal de Itabuna

Itabuna

Itabuna
Rádio Nacional de Itabuna

Floresta Azul

Floresta Azul
Vereadora Daniela Larangeiras

Floresta Azul

Floresta Azul
Vereadora Daniela Laranjeira

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Crise na Lava Jato reacende debate sobre abuso de autoridade e prisão em 2ª instância

A revelação das conversas entre o ministro Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol reacendeu debates antigos nos âmbitos da política e da justiça do país. Os diálogos publicados pelo site The Intercept Brasil ocorreram entre 2015 e 2018, quando Moro era juiz, responsável pela Operação Lava Jato, e Dallagnol, coordenador da Força-tarefa no Ministério Público Federal (MPF).
 No caso do Congresso, segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, políticos voltaram a falar sobre o projeto que pune o abuso de autoridade. Já no Poder Judiciário, a exposição de possíveis erros de Moro pode abrir brecha para que a discussão sobre a prisão em segunda instância retorne aos holofotes.
 De acordo com a publicação, membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) já receberam sinais de que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, paute o assunto no segundo semestre deste ano.
 #VAZAJATO
O caso, apelidado como "Vaza Jato" nas redes sociais, expôs conversas entre Dallagnol e Moro, em que o então juiz orienta o procurador, discute a melhor forma de conduzir as investigações, indica uma fonte e até adianta uma decisão judicial. Em respostas, os dois declararam que foram alvo de ataques criminosos por hackers e minimizaram o conteúdo das revelações.

0 comentários:

Postar um comentário