Lero Cunha, prefeito de Firmino Alves, é eleito presidente da Amurc

O prefeito de Firmino Alves, Aurelino Moreno da Cunha Neto, foi eleito por aclamação nesta quinta-feira, 24, presidente da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc para o biênio 2019/2020. 

No seu discurso de posse, o gestor convocou o apoio dos prefeitos para trabalhar em conjunto, na defesa dos interesses municipais. Lero Cunha, como é conhecido, sucede o prefeito de Itacaré, Antônio Mário Damasceno (Antônio de Anízio), que geriu a entidade no período de 2017 e 2018, com a missão de dar continuidade as capacitações dos servidores municipais, com o apoio do Programa Gerencial e Institucional as Prefeituras do Território Litoral Sul. Aliado a isso, lutas regionais em defesa da duplicação da BR 415 e da criação de uma Região Metropolitana. 

Dentre outros assuntos, Lero citou a importância de atuar em conjunto com os consórcios, Litoral Sul, Médio Sudoeste e da Mata Atlântica. “Junto a isso, vamos atuar em união, fortalecendo a parceria com a União dos Municípios da Bahia – UPB e a Confederação Nacional dos Municípios – CNM, visando garantir um Pacto Federativo justo, com ampliação das receitas dos municípios”, destacou. Durante a assembleia de eleição, os prefeitos reafirmaram o apoio ao novo presidente e destacaram a importância da Amurc no fortalecimento dos municípios. 

O prefeito de Barra do Rocha, Luís Sérgio Alves destacou que “juntos, os gestores podem buscar alternativas dentro do próprio município. Mas, para isso, é necessário que todos estejam ativos na busca por mudanças”, destacou o prefeito. O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, foi eleito presidente de honra da Amurc e reforçou uma maior participação do município na defesa de ações em conjunto junto ao governo do Estado. 

“Temos que estar juntos para buscar alternativas para a nossa região, levando reivindicações em conjunto, tendo em vista os equipamentos que estão sendo instalados na região, e precisarão ter o envolvimento dos municípios da região”.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial