Ex-governador Eduardo Azeredo se entrega à polícia em Minas Gerais

O ex-governador de Minas Gerais e ex-presidente nacional do PSDB, Eduardo Azeredo, se entregou nesta tarde (23) à polícia. O político é condenado a 20 anos e um mês de prisão no caso do mensalão mineiro. A Polícia Civil recebeu na noite desta terça-feira (22) um mandado de prisão contra o ex-governador e desde às 6h desta quarta-feira (23) agentes civis procuravam o réu. Azeredo se entregou na companhia do filho e do advogado e agora, de acordo com decisão do juiz da 1° instância que cuida do caso, deve se dirigir a uma unidade militar para se apresentar. Por ser ex-governador, o tucano ficará em uma sala adaptada, com direito a usar suas próprias roupas e receber visitas da família. A prisão de Azeredo é consequência da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir o cumprimento da pena após a condenação em 2° instância. 

Comentários

Anterior Proxima Página inicial