CAMAMU: PREFEITA ANUNCIA DEMISSÕES NESTA SEXTA

A grave crise que o Brasil passa vem obrigando os prefeitos demitirem em todo o país. Todos os dias na Bahia, as cidades tem anunciado demissões em massa. Chegou a vez de Camamu. Em declaração, o presidente da UPB, Eures Ribeiro diz que, como todos os municípios perderam cerca de 20% do valor da arrecadação mensal em relação ao ano passado, além da repatriação que teve um valor muito abaixo do esperado, as demissões são inevitáveis.
De acordo com a prefeitura de Camamu, além da crise financeira, a falta da prestação de contas do governo anterior prejudicou a renda do município neste ano, fazendo com que o município perdesse muitos recursos estaduais e federais, principalmente nas áreas de educação e saúde.
Ainda de acordo com a prefeitura, a Lei de Responsabilidade Fiscal só permite que o município gaste até 54% dos recursos em folha de pessoal, por isso foi necessário fazer uma readequação e cancelar cerca de 150 contratos.
“O governo municipal é obrigado a demitir ou terá problema para pagar a folha e ainda terá as contas reprovadas. Mas estaremos trabalhando na busca de recursos, outros programas e fontes de renda para o município para que sejam abertos novos postos de trabalho. Como na construção de obras, por exemplo. É uma decisão muito difícil nesse momento, mas não temos escolha, é nossa obrigação fazer isso nesse momento, afirmou a prefeita Ioná Queiroz.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial