Trump assina novo decreto anti-imigração vetando seis países

Cidadãos do Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen estão proibidos de entrar nos Estados Unidos por tempo temporário. Isso porque Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, assinou a versão revisada de seu veto migratório a refugiados e cidadãos de países de maioria muçulmana nessa segunda-feira (6). A nova versão foi realizada porque a Justiça barrou o decreto de 27 de janeiro. Os cidadãos do Iraque e de países afetados que têm residência permanente nos Estados Unidos ou que tenham um visto podem entrar no país. O Iraque não aparece nesta lista revisada. De acordo com a agência Efe, o presidente excluiu o Iraque porque o governo iraquiano se comprometeu a colaborar em investigações sobre seus cidadãos. O veto para os seis países terá duração de 90 dias e a admissão de refugiados foi suspensa por 120 dias. O governo americano alegou que o decreto reforçará os procedimentos de segurança para assegurar que os estrangeiros que requerem asilo não sejam uma ameaça para os americanos. No primeiro veto migratório, Trump proibiu a entrada de sete países de maioria muçulmana: Iraque, Irã, Somália, Iêmen, Líbia, Síria e Sudão. O veto...

Comentários

Anterior Proxima Página inicial