FÁBRICA DE CALÇADOS VAI GERAR 600 EMPREGOS EM CAMACAN

O Governo do Estado da Bahia e a empresa calçadista catarinense Lia Line firmaram, hoje (8), na Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), o contrato de posse para uso de um galpão na cidade de Camacan. De acordo com o cronograma, abril e maio serão reservados para instalação de equipamentos e treinamento dos funcionários. A empresa começa a produzir em junho, gerando 600 empregos diretos.
A Lia Line está instalada na Bahia há 4 anos e já emprega aproximadamente 2.200 pessoas, distribuídas em 8 unidades nos municípios de Ibicuí, Itororó, Valente, Conceição do Coité e Firmino Alves. A calçadista está em expansão na Bahia. Neste mês, a unidade de Firmino Alves ganhou mais um turno de operação e gerou mais 100 vagas. Na cidade de Valente, será construído mais um galpão.
O empresário Irivan Soares citou o papel do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) para abrir unidade em Camacan. “Ele praticamente fez toda a intermediação com o município”. O prefeito de Camacan, Oziel da Ambulância, falou do empenho de Rosemberg. “Ele se esforçou para apresentar empresas que vão gerar empregos no município”, disse.
Irivan Soares, da Lia Line, destacou a política de atração de negócios do Estado. “O Governo da Bahia, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem uma política que demonstra um diferencial para atrair o investidor”.
O deputado Rosemberg Pinto (PT) avaliou a campanha de atração de empresas como “fruto de um trabalho contínuo”. “A política de atração tee início na gestão de Jaques Wagner para ocupar os antigos galpões do Estado, que eram usados pela Azaleia, na região de Itapetinga, e que continua com Rui Costa ampliando para outras cidades”, destacou.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial