Hoje é o dia dela

É interessante observarmos que todos nós temos um dia que nos é dedicado. Cada um de nós, com tantas diferenças e tão parecidos, possuímos ao nascer uma data que nos assegura levar adiante um dia de festa todos os anos.

E esse dia é a comemoração do nosso aniversário. O seu chegou mais uma vez, e com certeza tantas pessoas que conhecem você, colega, estão lembrando dessa data importante que é o seu aniversário.

É bom saber da sua existência, poder trabalhar do seu lado e conhecer você melhor. Que Deus coloque na sua vida grandes bênçãos, saúde e alegria! E o resto você conseguirá. Parabéns! Feliz aniversário! 

Tribuna de Palmira 
Por: Wender Lima

Com manifestações iniciadas na última segunda-feira (21) em diversos pontos do País, greve dos caminhoneiros é resultado de discussões sobre as condições de trabalho ruins em diferentes grupos do WhatsApp, de acordo com caminhoneiros. Conforme contam alguns membros da categoria, os grupos de conversas eram utilizados para organização e divisão dos transportes, além de troca de informações sobre a situação das estradas. "A corda chegou no nosso pescoço e, em conversas de WhatsApp, nos organizamos e decidimos entrar em greve.", afirma Alexandre Aparício, caminhoneiro há 16 anos, que participa dos protestos na BR 101, no trecho de Itajaí (SC), e participa de três grupos de WhatsApp, com 734, 488 e 712 membros em cada. Segundo ele, o movimento surgiu de forma descentralizada com os próprios motoristas autônomos. "Os sindicatos embarcaram na nossa. Eles vieram procurar a gente. Começamos a greve e eles nos apoiaram depois." Também em protesto no Estado da Bahia, o caminhoneiro Enaldo Vieira está na BR 116, no município de Teofilândia. Ele explica que esses diferentes grupos de WhatsApp se comunicam entre si e, assim, uma única mensagem amplia-se para até 7 mil, 10 mil membros. Vieira está em 10 diferentes grupos de caminhoneiros. O motorista acrescenta que poucas vezes os sindicatos estiveram ao lado da categoria. "Pagamos a anuidade sindical por obrigação, mas eles nunca nos deram assistência", conta. Jaisom Dreher, presente em uma das manifestações da rodovia Fernão Dias, no município de Betim (MG), reforça a ideia de que não houve uma composição oficial para os protestos, mas que a causa contagiou a todos. "Não teve uma organização central. Fomos nos falando por WhatsApp e aconteceu." A ausência dos sindicatos nas discussões dos caminhoneiros também é ressaltada por Manuel Costa Filho, que está nas manifestações da BR 324, em Simões Filho (BA). "Não tem nenhum sindicato envolvido nessas conversas, nós não temos representante." Sobre como iniciou as manifestações, o motorista conta que "de repente surgiu um boato de greve de caminhoneiros em Vitória da Conquista, na Bahia. Na verdade, era um protesto de perueiros da cidade, na BR-101, mas foi o que serviu de estopim para que a nossa categoria começasse a se mobilizar". Os caminhoneiros contam que o movimento se iniciou de uma insatisfação comum com relação às condições de trabalho, que já estava insustentável. Segundo eles, 90% do valor do frete é gasto apenas com despesas da viagem, como combustível, pedágio, hospedagem, comida e manutenção mecânica dos caminhões.

É interessante observarmos que todos nós temos um dia que nos é dedicado. Cada um de nós, com tantas diferenças e tão parecidos, possuímos ao nascer uma data que nos assegura levar adiante um dia de festa todos os anos.

E esse dia é a comemoração do nosso aniversário. O seu chegou mais uma vez, e com certeza tantas pessoas que conhecem você, colega, estão lembrando dessa data importante que é o seu aniversário.

É bom saber da sua existência, poder trabalhar do seu lado e conhecer você melhor. Que Deus coloque na sua vida grandes bênçãos, saúde e alegria! E o resto você conseguirá. Parabéns! Feliz aniversário! 

Tribuna de Palmira 
Por: Wender Lima

Greve dos caminhoneiros nasceu em grupos do WhatsApp, dizem motoristas

Com manifestações iniciadas na última segunda-feira (21) em diversos pontos do País, greve dos caminhoneiros é resultado de discussões sobre as condições de trabalho ruins em diferentes grupos do WhatsApp, de acordo com caminhoneiros. Conforme contam alguns membros da categoria, os grupos de conversas eram utilizados para organização e divisão dos transportes, além de troca de informações sobre a situação das estradas. "A corda chegou no nosso pescoço e, em conversas de WhatsApp, nos organizamos e decidimos entrar em greve.", afirma Alexandre Aparício, caminhoneiro há 16 anos, que participa dos protestos na BR 101, no trecho de Itajaí (SC), e participa de três grupos de WhatsApp, com 734, 488 e 712 membros em cada. Segundo ele, o movimento surgiu de forma descentralizada com os próprios motoristas autônomos. "Os sindicatos embarcaram na nossa. Eles vieram procurar a gente. Começamos a greve e eles nos apoiaram depois." Também em protesto no Estado da Bahia, o caminhoneiro Enaldo Vieira está na BR 116, no município de Teofilândia. Ele explica que esses diferentes grupos de WhatsApp se comunicam entre si e, assim, uma única mensagem amplia-se para até 7 mil, 10 mil membros. Vieira está em 10 diferentes grupos de caminhoneiros. O motorista acrescenta que poucas vezes os sindicatos estiveram ao lado da categoria. "Pagamos a anuidade sindical por obrigação, mas eles nunca nos deram assistência", conta. Jaisom Dreher, presente em uma das manifestações da rodovia Fernão Dias, no município de Betim (MG), reforça a ideia de que não houve uma composição oficial para os protestos, mas que a causa contagiou a todos. "Não teve uma organização central. Fomos nos falando por WhatsApp e aconteceu." A ausência dos sindicatos nas discussões dos caminhoneiros também é ressaltada por Manuel Costa Filho, que está nas manifestações da BR 324, em Simões Filho (BA). "Não tem nenhum sindicato envolvido nessas conversas, nós não temos representante." Sobre como iniciou as manifestações, o motorista conta que "de repente surgiu um boato de greve de caminhoneiros em Vitória da Conquista, na Bahia. Na verdade, era um protesto de perueiros da cidade, na BR-101, mas foi o que serviu de estopim para que a nossa categoria começasse a se mobilizar". Os caminhoneiros contam que o movimento se iniciou de uma insatisfação comum com relação às condições de trabalho, que já estava insustentável. Segundo eles, 90% do valor do frete é gasto apenas com despesas da viagem, como combustível, pedágio, hospedagem, comida e manutenção mecânica dos caminhões.

Governo e caminhoneiros anunciam acordo para suspender paralisação por 15 dias

O governo federal anunciou na noite desta quinta-feira (24) um acordo com os caminhoneiros para suspender, por 15 dias, a paralisação que afetava estradas de 22 estados e do Distrito. O anúncio foi feito após sete horas de reunião entre a alta cúpula governista e um grupo de representantes da categoria. Integrantes de uma associação, no entanto, disseram que manterão o movimento. Segundo o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, o acordo foi possibilitado pela decisão de manter o preço do diesel por 30 dias, ao contrário da política praticada atualmente pela Petrobras, que permite reajustes a qualquer momento, sem periodicidade definida. Já o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse que, durante 15 dias, a Petrobras vai assumir os custos com a redução de R$ 0,23 centavos no valor do litro do diesel. “A partir do 15º dias, vamos [governo] assumir o restante dos 15 dias para completar o mês. Completado o mês, você vai fazer um reajuste dos preços com base na política da Petrobras e fixa o preço nos próximos 30 dias”, explicou. Ainda segundo ele, a Cide será reduzida a zero neste ano. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, no entanto, ressaltou que não houve mudança na política de preços da Petrobras. “A política de preços da Petrobras continua intacta até a porta da refinaria para frente”. Já Guardia ponderou: “A nossa referência é sempre o preço do diesel nas refinarias. Estamos falando apenas no diesel.” O ministro da Fazenda anunciou também que o governo vai criar um programa de subvenção econômica para que possa bancar a diferença entre o preço que está fixado e o preço que seria praticado pela política da Petrobras. "Do ponto de vista fiscal, é uma despesa fiscal que vai requerer dotação orçamentária específica. Vamos abrir um crédito extraordinário. Por ser uma despesa nova, ela vai ter que ser compensada nas despesas do Orçamento da União para manter a meta fiscal. Do ponto de vista fiscal, vai ser compatível com a nossa meta”, disse. 

Hoje é o dia dela

Parabéns! Que o seu dia seja tão lindo quanto o seu sorriso e lhe ofereça tanta felicidade quanto a sua amizade. Que esta nova etapa chegue recheada de muita saúde e novas oportunidades para concretizar os seus sonhos mais desejados.

Que a alegria acompanhe você por todos os momentos e que Deus continue guiando todos os seus passos e iluminando cada vez mais os seus pensamentos. 

Faça com que a sua simpatia possa contagiar ainda mais pessoas, pois você é uma pessoa de muito brilho e a humanidade merece que sua luz seja compartilhada.

Nunca se esqueça quanto é especial para os seus amigos e para tantas outras pessoas. Feliz Aniversário! 

Tribuna de Palmira
Por: Wender Lima

Protesto contra aumento de diesel tem interdição total em Ipiaú

Dentro do terceiro dia de manifestações de caminhoneiros em todo país, um grupo interdita na manhã desta terça-feira (23) a passagem de veículos em um trecho da BR-330 em Ipiaú, no sudoeste. Os motoristas cobram redução no preço do diesel, que assim como outros combustíveis, tem sofrido aumentos constantes no preço do litro. Conforme parcial da Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), o bloqueio ocorre na altura do km 722 da BR-330 em Ipiaú. Os manifestantes atearam fogo em pneus sobre a via para impedir o tráfego. Pelo menos, 17 pontos registram protestos em estradas federais na Bahia. No caso das interdições parciais, quando uma das vias é liberada, a PRF-BA informou que os casos ocorrem em: Alagoinhas, no km 110 da BR-101; em Feira de Santana, km 421 da BR-116; em Senhor do Bonfim, km 131 da BR-407; em Capim Grosso, km 230 da BR-407; em Gandu, km 361 da BR-101; em Barreiras, km 783 da BR-242; e em Luís Eduardo Magalhães, kms 875, 890 da BR-242 e no km 205 da BR-020. Ainda segundo a PRF-BA, outros trechos de BRs registram manifestações sem bloqueio de pistas. São os casos de: Muritiba, km 204, da BR-101; Conceição do Almeida, km 251 da BR-101; Riahão do Jacuípe, km 441 da BR-324; Jequié, km 672 da BR-116; Itatim, km 520 da BR-116; Itabuna, km 507 da BR-101; Presidente Tancredo Neves, km 340 da BR-101; Seabra, km 391 da BR-242; Itaberaba, km 203 da BR-242; Vitória da Conquista, kms 814, 817 e 837 da BR-116; em Poções, km 758 da BR-116; em Nova Viçosa, km 920 da BR-101 e em Itamaraju, km 805 da BR-101.

Ex-governador Eduardo Azeredo se entrega à polícia em Minas Gerais

O ex-governador de Minas Gerais e ex-presidente nacional do PSDB, Eduardo Azeredo, se entregou nesta tarde (23) à polícia. O político é condenado a 20 anos e um mês de prisão no caso do mensalão mineiro. A Polícia Civil recebeu na noite desta terça-feira (22) um mandado de prisão contra o ex-governador e desde às 6h desta quarta-feira (23) agentes civis procuravam o réu. Azeredo se entregou na companhia do filho e do advogado e agora, de acordo com decisão do juiz da 1° instância que cuida do caso, deve se dirigir a uma unidade militar para se apresentar. Por ser ex-governador, o tucano ficará em uma sala adaptada, com direito a usar suas próprias roupas e receber visitas da família. A prisão de Azeredo é consequência da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir o cumprimento da pena após a condenação em 2° instância. 

Anvisa aprova genérico para tratamento de hepatite C

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de um medicamento genérico inédito para tratamento de infecções causadas por hepatite C crônica. O Sofosbuvir será utilizado como um componente da combinação do regime de tratamento antiviral, atua como inibidor da polimerase NS5B, enzima essencial para a replicação do vírus que provoca a doença. 

Caminhoneiros continuam protestos contra aumento de diesel em BRs que cortam a Bahia

A paralisação de caminhoneiros em estradas que cortam a Bahia prossegue nesta quarta-feira (23). Os motoristas protestam contra os aumentos, que têm sido constantes, do preço do diesel. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), desde as primeiras horas da manhã há manifestações na altura do km 395 da BR-110 em São Sebastião do Passé, no Recôncavo, e no km 110 da BR-101 em Alagoinhas, no agreste. Em todos os pontos, os grupos estão liberando a passagem para carros pequenos. Caminhões e carretas ficam retidos. Conforme a Via Bahia, outras manifestações ocorrem na BR-116. Os trechos ficam em Santo Estevão, Itatim, Milagres, Jequié, Poções e Vitória da Conquista. Mesmo com os bloqueios, a concessionária diz que o tráfego está "fluindo normal" exceto para caminhões e carretas.

Palmira: Vereador Toin Dedinho presente na entrega de ambulância

O vereador Toin Dedinho do PRB esteve em comitiva com o Prefeito Djalma Orrico na cidade de Jequié, nesta segunda-feira, dia 21. Na pauta estava a entrega de uma ambulância fruto de uma Emenda do Deputado Jânio Natal, solicitada pelo Vereador Alex do PTB. Na oportunidade Toin Dedinho fez um pedido para que o veículo viesse para o Distrito de Palmira, objetivando a agilidade no atendimento de emergência da unidade de saúde Waldemar Monteiro de Carvalho. O Prefeito prontamente atendeu a solicitação do edil, que de forma incansável tem reivindicado melhorias no que se refere a saúde do Distrito de Palmira. 
Tribuna de Palmira 
Por: Wender Lima

Itaju do Colônia: Município é contemplado com ambulância zero km

O Prefeito Djalma Orrico foi até a cidade de Jequié na manhã desta segunda-feira dia 21, e recebeu das mãos do governador Rui Costa uma ambulância, ampliando a frota do município com o objetivo de melhorar o atendimento de emergência da comunidade do Distrito de Palmira. Ressaltando que por determinação do Prefeito o veículo ficará lotado na unidade de saúde Dr. Waldemar Monteiro de Carvalho. Esse fato ganha relevância tendo em vista que pela primeira vez um Gestor designa para a comunidade de Palmira uma ambulância zero km que ficará exclusivamente a serviço da população do nosso estimado Distrito. 
O nosso propósito e melhorar a cada dia o atendimento de emergência da nossa população. Falou o Prefeito ao Tribuna de Palmira. Estiveram presentes o secretário de saúde Cássio Duarte, o secretário de administração Raimundinho e vereadores que compõe o Legislativo Municipal de Itaju do Colônia. 
Tribuna de Palmira.
Por: Wender Lima

POTIRAGUÁ: PESQUISA MOSTRA QUE GOVERNO JORGE CHELES TEM 85% DE APROVAÇÃO

Uma sondagem de um Instituto Pesquisas revelou que a gestão do prefeito de Potiraguá, Jorge Cheles (PMDB) é aprovada por 85% da população.

Apenas 9% reprovaram o governo municipal, e 6% não souberam ou não quiseram responder.

“O resultado da pesquisa mostra que estamos no caminho certo, trabalhando para a nossa população, com salários em dia, obras e realização das festas tradicionais”, declarou o prefeito.

Ordenado bloqueio de R$ 12 milhões de Angela e Ubaldino

A Justiça Federal ordenou o bloqueio de R$ 12,3 milhões dos deputados estaduais Carlos Ubaldino e Angela Sousa, ambos do PSD, e outras 10 pessoas, todas rés no âmbito da Operação Àguia de Haia, que investiga desvio de recursos federais para a Educação em municípios baianos.

A indisponibilidade dos bens, decretada nos meses de janeiro e abril deste ano, foi feita no âmbito das apurações de irregularidades nas verbas para a área na cidade de Buerarema, interior do estado. 

A Corte atendeu pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus/Itabuna, que investiga junto com a Polícia Federal o esquema criminoso com atuação em prefeituras baianas.

Nomeação de ex-prefeito de Itabuna para cargo na AL-BA é revogada

Poucos dias após ter sido nomeado para um cargo na Ouvidoria Parlamentar da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) (veja aqui), o ex-prefeito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB), teve a nomeação revogada pela Casa. O decreto determinando a suspensão do ato foi publicado na edição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial da AL-BA. "Considerar sem efeito o Ato nº. 3.966/2018, que nomeou CLAUDEVANE MOREIRA LEITE, publicado no Diário Oficial de 09/05/2018", afirma o decreto. Vane havia sido nomeado para um cargo comissionado e, pela função, receberia salário de R$ 2.850. 

Petrobras aumenta 12 vezes em 20 dias o preço dos combustíveis

A Petrobras realizou novo reajuste no preço de combustíveis nesta quinta-feira (17). Já são Já são 12 aumentos em menos de vinte dias. A gasolina subiu 12,9% e o diesel, 11,6%, segundo informações do site da Petrobras. “Essa política perversa tem agravado a crise econômica e prejudicado a população e os empresários. Muitos postos estão perdendo fôlego financeiro e com dificuldade de sobreviver. A população está sofrendo com a perda de empregos, renda, e ainda tem que pagar por todos esses reajustes de combustíveis que refletem também na indústria e nos preços de outros produtos, como alimentos. A economia está inviável”, declara o presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus Freitas. Além da nova política de preços da Petrobras, tem ainda a elevada carga tributária que corresponde a 50% dos custos dos combustíveis. O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) determinou também mais um aumento no preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF) do óleo diese. E a partir de hoje, o produto tem novo aumento de ICMS, passando de R$ 3,3500 para R$ 3,4500. Para discutir sobre a situação do mercado de combustíveis na Bahia e no Brasil e explicar como funciona a estrutura da formação de preço, seus agentes e responsabilidades, o Sindicombustíveis Bahia prepara um painel, dia 24, às 14h, na Casa do Comércio. O evento vai reunir representantes da Sefaz/BA, da Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência (Plural), do MP-BA, da ANP, do Ibametro, da OAB Bahia, do Procon, do Legislativo estadual e municipal, de entidades empresariais e imprensa. 
Proxima